Como regar as plantas

Como regar as plantas

Não há regra específica para como regar as plantas em vaso.

Esqueça os conselhos do tipo “rega duas vezes por semana” porque vai incentivá-lo a cometer erros, regando demais ou não o suficiente.

Mais vale avaliar as necessidades da planta e responder de maneira apropriada. Se for noviço, não se preocupe: aprende-se muito depressa!

Como regar as plantas | Qual a quantidade?

Em primeiro lugar, tenha em mente que não há regras para regar as plantas.

A quantidade varia conforme o volume do vaso e o tamanho da planta. Um vaso pequeno seca mais rapidamente do que um vaso grande. Na prática, traga a água necessária para manter a superfície da terra húmida ao toque, mas também não encharque a terra.

Não deixe o prato cheio de água permanentemente: as plantas não suportam ter as raízes mergulhadas na água e apodrecem facilmente, existindo no entanto algumas excepções.

A última precaução a ter com a rega das suas plantas em vaso, especialmente no interior e, certifique-se que a água não está demasiado fria. Uma água fria provoca um stress considerável numa planta de interior principalmente durante o inverno.

As suas raízes podem contrair-se, fazendo murchar a planta enquanto a terra estiver molhada!

Mais vale deixar a água ficar á temperatura ambiente durante algumas horas antes de a utilizar. Ou então, utilizar uma água tépida (20°C apenas) no seu regador no momento da rega.

Como regar as plantas durante as férias?

Quando vai de férias surge sempre a dúvida: “A quem posso pedir o favor para me regar as plantas?…”. Pode esquecer os favores, deixamos aqui uma solução para que as plantas se reguem a elas próprias durante as suas férias!

Para esta solução simples e barata precisa apenas de uma garrafa de plástico por vaso. Se o vaso for muito grande, podes coloca duas garrafas para que a quantidade de água seja dispensada de uma forma mais homogénea.

Faça um furo na tampa da garrafa. Antes de inserir a garrafa de água nos vasos com a tampa dentro da terra, regue bastante até o solo estar saturado, senão a garrafa vai esvaziar-se muito rapidamente.

Para vasos maiores ou períodos mais longos, podes enterrar uma garrafa de plástico com vários furinhos, deixando apenas a abertura de fora. Quando fores viajar é só encher a garrafa de água.

A água vai sendo libertada à medida que a planta precisar.

FONTE: https://www.blog-flores.pt

Compartilhar este post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *